O HIV se encontra no sangue, no leite materno, no líquido pré-seminal, no sêmen, nos fluidos vaginais e no sangue menstrual. Durante as relaciones sexuais sem proteção, o HIV pode ser transmitido do sangue, sêmen ou dos fluidos vaginais de uma pessoa infectada diretamente ao sangue da outra pessoa, através das membranas mucosas que revestem a cavidade da vagina, do pênis ou do reto. O HIV pode ser transmitido através de transfusões de sangue contaminado com HIV e não controlado, instrumentos para injetar-se contaminados ou instrumentos para cortar. Pode ser transmitido ao bebê durante a gravidez, o parto e a lactação.





Se estou vivendo com HIV, isso significa que tenho AIDS?

Viver com HIV não significa que você tem AIDS. Por AIDS se entende a síndrome da imunodeficiência adquirida. É usado para descrever um grupo de infecções e enfermidades. Essas infecções e doenças podem incluir perda de peso, infecções produzidas por fungos, diarreia, pneumonia e alguns tipos de câncer. Se o seu sistema imunológico estiver debilitado pelo HIV, essas infecções e enfermidades podem desenvolver-se.

O período que vai desde o momento da infecção com o vírus até o aparecimento dos primeiros sintomas varia muitíssimo. Pode ir de um par de meses até mais de quinze anos. Em muitos países existem uma série de antirretrovirais de alta eficiência.

Infelizmente, essas drogas não estão disponíveis no mundo todo. Mesmo nos países mais desenvolvidos, nem todo mundo tem acesso a elas e não funcionam da mesma maneira para todos. Para algumas pessoas os efeitos secundários são muito difíceis de resistir.



Sintomas
O VIH/HIV, assim como outras doenças sexualmente transmitidas, não podem ser diagnosticadas através de sintomas, visto que frequentemente, e na maioria das vezes, elas não causam e/ou provocam quaiquer sintomas. Também muitos sintomas, os quais nem sempre se manifestam, são comuns em outras doenças tais como a tuberculose, o cancro e outras reações alérgicas.

A pessoa não deve esperar para sentir sintomas do VIH/HI para que possa assim confirmar a sua suspeita, sobre a possibiliade de estar infectada/o. Esta é uma forma incorrecta de o saber pelas seguintes razões:
- Você precisa procurar várias opcões de tratamento para o VIH/HIV, antes de alguma doença relacionada com a SIDA/AIDS possa-lhe complicar a sua saúde, e/ou diminuir os seus anos de vida;
- Você precisa de saber se é VIH/HIV positivo/a, antes que possa infectar alguém. Mesmo não sentindo nehum sintoma, não quer dizer que você não pode pode infectar outra pessoa.


intomas Associados Com a Infecção Inicial do VIH/HIV


Muitas vezes, mas nem sempre, a pessoa que contraíu o vírus recentemente, sente sintomas ou reação parecidos com um resfriado ou gripe. Isto pode vir na forma de febres, glândulas inchadas (ínguas), arepios de frio, transpiração (suores) noturna e/ou reacções alérgicas por alguns dias. É muito importante saber que estes sintomas podem ser atribuidos ou relacionados com outras doenças infecciosas e não ser SIDA/AIDS. Um grande número de pessoas que ficaram infectadas com o VIH/HIV, confirmaram não terem sentido nenhum destes sintomas durante aquelo periodo de tempo.
Qualquer pessoa infectada, mesmo sem ou com sintomas, pode infectar outra pessoa, praticando sexo anal e ou vaginal sem preservativo/camisinha(condom), e/ou partilhando seringas.


Periodo assintomático:
Depois da infecção inicial do VIH/HIV os sintomas desaparecem por muitos anos. O VIH/HIV está activo e reproduzindo-se no sistema imunológico da pessoa, nas glândulas e através da corrente sanguínea. Nesta altura, a carga viral (carga virótica) pode subir ao máximo no início e depois baixar ao nível minimo de uma pessoa infectada com o VIH/HIV. Não importa quais sejam os sintomas, ou mesmo sem sintomas, a pessoa pode infectar outras, se tiver sexo (relacções sexuais) sem preservativo (camisinha/condom), e/ou se partilhar seringas com outras pessoas.


Periodo sintomático:
Depois de muitos anos, após as pessoas terem contraído o VIH/HIV, elas principiam a sentir alguns problemas de saúde como infeçcões oportunístas e outras tais como:
Sapinho crónico dentro da boca, vagina e intestino (fungos). Isto é um tipo de candidíase/vaginite, que pode crescer/aumentar e causar a problemas nas pessoas que vivem com o VIH/HIV.
Bolhas na boca causadas (cold sores) pelos herpes, e na area genital;
Febre continua e suores demasiados durante a noite, ao ponto de ter que mudar os lençois;
Infecções regulares de natureza respiratória tais como a bronquite;
Diarréia constante (diarréia pode causar desidratação). Se a diarréia continuar por mais de três dias a pessoa deve ir ao médico imediatamente;
Perda de peso significante (mais de 20%) num periodo curto de tempo.


Quem é soro positivo hoje , com os  tratamento disponíveis leva uma vida normal, más com certas regras e cuidados. HIV hoje é considerada uma doença cronica .
Más que pode ser evitada e erradicada .

6 comentários:

  1. Olá,
    Avisa que o BLOG DO PARCEIRO chegou.
    Vou gora mesmo ver o que posso compartilhar com meus seguidores e leitores.
    Gostei muito desse relato e acredito que é essa postagem que vai comigo pra inaugurar lá no meu blog.

    http://josenidelima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vindo Joseni , parceria é isso, sinta a vontade comunicação e divulgação de informação para as pessoas é o que realmente importa ,aqui e agora, beijos bom Domingo a ti!

      Excluir
  2. Muito boa tarde Sol.. ainda se ouve falar, mas acho que hj é bem menos.. parece pelo menos né.. pq se sabe que muitas pessoas estrapolam.. muitas pessoas trocando energias.. casais não satisfeitos trocando entre si..
    sei que tenho um livro muito bom que fala sobre a troca de energias acho que seria legal vc ler se desejar claro..
    sobre a aids tem muitas ervas que podem curar..
    tem um video na net que é assim
    curas naturais secretas..
    o senhor fala sobre muitas coisas..
    posso mandar-te os links tb..

    todos podemos dar uma ajuda ao p´roximo.. avisando, alertando.. algumas pessoas estão muito fechadas dai acabam sofrendo e acham que a cura não existe né..
    outra coisa.. és uma pessoa muito doce, muito carismática.. e cheia de fé.. me permitiria fazer um soneto a vc.. se desejar claro.. sempre peço permissão..
    caso sim me dê retorno por email.. bjs e até sempre minha amiga

    ResponderExcluir
  3. Olá Samuel boa tarde, é um pouco menos devido a grande quantidade de informação sobre os riscos que as pessoas recebem agora, más o risco ainda existe e precisamos nos manter antenados néh.
    Eu gostaria muito de receber os links e se vc não se importar gostaria de incrementar esta postagem com eles .. entrarei em contato com certeza .
    Poxa é o que eu mais gostaria de poder ajudar o próximo com informações necessárias meu amigo.
    Obrigada , eu vou adorar um soneto é uma honra beijos , entrarei em contato.

    ResponderExcluir
  4. Querida,
    amei seu post muito bem escrito e informação pura!
    É verdade temos que ter consciência sem excluir as pessoas portadoras da Aids da sociedade!
    Bjus e ótima semana!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elyane bom te ver, obrigada pelo carinhho, realmente o preconceito e a exclusão é um ato abominável e que deve ser banido da sociedade beijos amiga!

      Excluir

ŞØŁ ŦΔΜΔŁ¥Ň ЖØЖØ

༺♥༻ℒℴѵℯ༺♥༻

Só por hoje:

Não se zangue,
Não se preocupe,
Seja grato,
Trabalhe com diligência,
Seja gentil para as pessoas.

नमस्ते NAMASTÊ – O DEUS QUE HÁ EM MIM SAÚDA O DEUS QUE HÁ EM TI!

Renata Marciano

 
© Terapia Floral - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Renata Sol Tamalyn.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo