Christiane Felscherinow era ainda uma criança quando se tornou a viciada em heroína mais famosa do mundo. Sua queda, aos 13 anos, no vício e na prostituição nas ruas da Berlim Ocidental foi transformada em livro — Eu, Christiane F., 13 Anos, Drogada e Prostituída — e depois na sombria cinebiografia de mesmo nome, em 1981.


Graças à participação especial de David Bowie e imagens de gente perturbadoramente jovem injetando heroína, o filme rapidamente se tornou um sucesso cult (entrevistamos o cara que interpretou um dos personagens principais, Detlev, em 2010). Não demorou muito para a verdadeira Christiane F. fosse catapultada de uma realidade de prostituição nos banheiros públicos de Berlim Ocidental para uma vida de “princesa junkie”, usando heroína enquanto saía com artistas e celebridades em Los Angeles.


Três décadas depois, com 51 anos e vivendo novamente em Berlim, Christiane publicou recentemente um livro de memórias, Christiane F. — Mein Zweites Leben (Christiane F. — Minha Segunda Vida). Sua saúde está precária devido à hepatite C que contraiu nos anos 1980, mas ela conversou comigo sobre algumas das coisas que aconteceram desde que ela foi empurrada para os holofotes 30 anos atrás.





E como o status repentino de celebridade afetou você depois que o livro e o filme foram lançados?

Eu tinha 16 anos quando fiz o livro, eu só queria falar — foi uma terapia para mim. Achamos que o livro seria apenas interessante, só mais um livro entre milhares. Mas estávamos errados. De repente, eu era famosa, mas não era capaz de entender o que isso queria dizer em minha vida. Para o público, eu era uma drogada famosa, como uma atração. Todo mundo queria falar comigo, me ver e perguntar: “Ela conseguiu ou não? Ela morreu? Ela ainda é viciada?” Mas não me queriam como vizinha ou como namorada do filho deles. Christiane F. é legal de longe, não tão de perto, por favor! Eles não estavam interessados em n
ada sobre mim além do fato de eu ser uma drogada. Por esse motivo, eu me arrependo de ter feito o livro e o filme.
O filme era um retrato fiel da sua vida?
No geral, sim. Mas não gostei tanto do filme; ele não descrevia como cresci, como eu era negligenciada pelos meus pais. Meu pai era alcoólatra e abusou da minha irmã e de mim. Ele era colérico e minha mãe não fazia nada. Ela estava mais preocupada com seu caso com outro homem e com sua beleza. Eu era solitária quando criança. Eu só queria pertencer a algum lugar — eu estava lutando contra o mundo.
Há cenas bem explícitas de uso de drogas no filme. Mas a trilha sonora é do Bowie. Você acha que o filme assustou as pessoas quanto à heroína ou glamorizou isso?

Nem todo mundo se assustou. Logo tivemos problemas com muitos jovens que acharam que o que experimentei foi glamouroso e romântico. Mesmo quando o livro virou leitura obrigatória nas escolas, notei que as crianças ficavam mais fascinadas do que chocadas com o que liam. Então a [editora] Stern publicou um panfleto informativo, que era entregue aos professores e aos pais, com informações sobre como lidar com adolescentes que ficavam fascinados com a história de Christiane F. Espero que Minha Segunda Vida assuste as pessoas mais do que o primeiro livro. Tenho certeza que sim. Ele descreve quanta dor isso trouxe para minha vida, e também explica que vou morrer muito cedo e de uma morte muito dolorosa.

Este filme muito cruel e doloroso de se ver, não vejo como o livro foi indicado para crianças na escola... eu pessoalmente não deixaria uma criança ver o filme ou ler o livro... Más enfim esta apena minha opnião ... sol Tamalyn. 

14 comentários:

  1. ღღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿¸.•* ღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿

    “Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.”

    ― Cora Coralina...

    Com essa frase tão bonita deixo meu abraço de bom final de semana
    elogiando mais uma vez seu belo post, tenha um bom domingo

    ___________Rita!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito lindo a mensagem Rita... obrigada pela visita um bom domingo a você .

      Excluir
  2. Eu vi este filme quando foi lançado no cinema. O livro eu não quis ler.
    É muito forte até para os dias de hoje.
    Mesmo achando que as crianças atuais tem mais condições de absorver muitas coisas, eu não recomendaria menores de 16 anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Claudio realmente eu também vi este filme a muito tempo e eu realmente nao indico a crianças...achei chocante a história as imagem.......abraços obrigada pela visita.

      Excluir
  3. SOL:Na minha adolescência, consegui ler o livro, mas o filme, nunca vi.Onde posso encontrar este filme?Saudades de vc.Como vai?Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adeladia que Bom ver você também,eu também estou com saudades ..eu estou bem obrigada... espero que você também, então eu não postei o filme más você pode encontrar ele completo aqui : https://www.youtube.com/watch?v=LFuWw2Q1T1s
      Beijos muito bom te ver..

      Excluir
  4. Eu nunca vi nem o filme e nem o livro mas fiquei curiosa, onde encontro o livro? Adorei a entrevista.

    detudoumpouco28.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi minha menina , muito tempo não há vejo .bom te ver.... tem esta página no FB talvez te interesse : https://www.facebook.com/pages/Eu-Christiane-F-13-anos-drogada-e-prostitu%C3%ADda/176449559075574

      beijokas seja sempre bem vinda ...

      Excluir
  5. SOL:Obrigada pela resposta.Beijos minha lindinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adeladia , é um prazer sempre muito feliz em falar com você beijos

      Excluir
  6. "Cheguei aqui, através do: http://santaclaraartesanato.blogspot.com.br.
    Espero sua visita nos meus cantinhos:
    http://zmdecoracoes.blogspot.com.br/
    http://dicasdazeth.blogspot.com.br/
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem vinda Zeth ...claro que sim visitarei .. beijos"!!!

      Excluir
  7. O filme é forte, mas serve para mostrar os perigos das drogas, não li o livro. Parabéns pelo post.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Arthur , obrigada sim as opiniões variam ..agradeço a visita ...abraços.

      Excluir

ŞØŁ ŦΔΜΔŁ¥Ň ЖØЖØ

༺♥༻ℒℴѵℯ༺♥༻

Só por hoje:

Não se zangue,
Não se preocupe,
Seja grato,
Trabalhe com diligência,
Seja gentil para as pessoas.

नमस्ते NAMASTÊ – O DEUS QUE HÁ EM MIM SAÚDA O DEUS QUE HÁ EM TI!

Renata Marciano

 
© Terapia Floral - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Renata Sol Tamalyn.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo